Divã Veterinário
Alimentos

Alimentos Tóxicos: Cebola

Mayra Catharino267 views

Sabe aquelas épocas que você chega na sua casa e parece que ela foi palco de um guerra? Muitos de vocês devem se identificar com essa imagem e ela se chama “fim de período”. Minha pia está cheia de louça, meu chão lotado de roupa para lavar, minha geladeira está vazia… Resumindo, minha casa está em petição de miséria, implorando por organização e limpeza… Mas acontece que é final de período e isso significa milhares de trabalhos e um milhão de provas.

Marley-Me-marley-and-me-13563708-1600-1200

A falta de organização e limpeza me incomoda muito. Sério, MUITO mesmo! Mas sabe o que me incomoda mais? O Divã Veterinário ficar parado, sem nenhuma publicação recente. Então estou eu aqui na madrugada de segunda-feira, após duas longas e cansativas provas, escrevendo mais um post rapidinho. – Tenham paciência, uma hora as férias chegam e o blog volta ao ser ritmo normal!

O assunto de hoje é alimentos tóxicos. Muito presente na nossa alimentação, principalmente como ingrediente, a cebola é um perigo potencial para nossos amigos de quatro patas.

cebola tóxica 1

É um vegetal que contém muitos benefícios para os seres humanos, porém possuem uma série de substâncias (sulfóxidos e sulfetos alifáticos, especificamente alil e propil di-, tri-e tetrasulfides) que são tóxicas para os pequenos animais atuando nos eritrócitos (células vermelhas), reduzindo a atividade da glicose-6-fosfato desidrogenase, resultando em uma desnaturação oxidativa da hemoglobina. Tal desnaturação desencadeia uma hemólise intra e extravascular, instalando assim um quadro de anemia hemolítica caracterizada pela presença de corpúsculos de Heinz – Sei que para alguns essa explicação ficou complexa devido aos termos, mas se você não entendeu muito bem, vou resumir: Cebola é tóxica e causa anemia!

Mas por que essas substâncias que fazem tão mal aos nossos pets, não agem da mesma forma em nós humanos?

cebola tóxica 2

Isso se deve as estruturas da hemoglobina e dos sistemas enzimáticos de proteção que variam entre as espécies, tornando cães e gatos mais susceptíveis aos efeitos tóxicos da cebola.

As principais intoxicações ocorrem quando o animal é exposto a quantidades expressivas do alimento, aproximadamente 5g/kg em gatos e 15 a 30g/kg em cães. Poucas quantidades podem não produzir efeitos imediatos, mas podem causar danos acumulativos que irão levar a uma doença no futuro – Ou seja, nada de cebola e ponto final!

Os sinais clínicos mais comuns da intoxicação por cebola são vômito, diarréia, dor abdominal, perda de apetite, depressão e desidratação. Os sinais relacionados com a anemia irão surgir após alguns dias e consistem em mucosas pálidas ou ictéricas (amareladas), respiração rápida, dificuldade para respirar, letargia, urina de cor escura – avermelhada ou marrom, fraqueza e aumento da frequência cardíaca.

cebola tóxica 3

O tratamento é simples e não tem erro: LEVE O ANIMAL IMEDIATAMENTE AO MÉDICO VETERINÁRIO!

Mas como você é leitor do Divã Veterinário, provavelmente irá ficar esperto e evitará ao máximo que seu amigo se exponha a este perigo. Certo?!

Espero que vocês tenham gostado desse post e que, além disso, tenha sido útil. Deixem seus comentários, sugestões e dúvidas, pois o retorno dos leitores é muito importante e estimulante. Agora voltarei para os estudos, mas logo logo estarei de volta!

Um MEGA beijo e até a próxima!


Literatura utilizada:

  1. KOVALKOVIČOVÁ, N.; ŠUTIAKOVÁ, I.; PISTL, J.; ŠUTIAK, V.; Some food toxic for pets: Review Article.Interdisc Toxicol. 2009; Vol. 2(3): 169–176. (download aqui)

Redes sociais do blog: Facebook ♥ Instagram ♥ Twitter ♥ Youtube.

Direitos Autorais das imagens | Copyright – clique aqui.

Mayra Catharino
Médica Veterinária pela Universidade Federal de Viçosa (UFV), apaixonada por fotos e bichos. Enxergou na internet a oportunidade de ajudar pessoas e pets, se encantando pela blogosfera, criando assim o Divã Veterinário. Para saber mais, clique aqui

Gostou? Então comenta!