Divã Veterinário
LegislaçãoNotícias

Criação de animais para extração de peles foi PROIBIDA no Paraná

Mayra Catharino470 views

Você sabia que o Estado do Paraná era responsável por 20% do mercado nacional de peles, representando o segundo maior produtor brasileiro? Não?! Pois bem, eu também não sabia dessa barbárie. – E é esse absurdo mesmo que você está pensando, pele animal para confecção de artigos de luxo.

Mas preste atenção que eu disse ERA! Paraná se mostrou um exemplo ao aprovar o Projeto de Lei 217/2015, na última segunda-feira de fevereiro, dia 29. – E você achou que esse diazinho a mais não faria diferença, né?!

A nova lei proíbe a criação de animais com a finalidade de extração de peles. Isso inclui animais domésticos e silvestres, independentemente da origem da espécie (nativas ou exóticas).

O projeto sofreu um veto do Governador do Paraná, Beto Richa, porém os deputados o derrubaram por UNANIMIDADE.

extração de peles 1Segundo World Animal Protection, o principal animal utilizado para extração de peles era a chinchila. Cerca de 50 exemplares da espécie são necessários para confeccionar um mísero casaco. Coelhos, raposas e esquilos também não escapam dessa moda cruel.

Agora é a vez de ficarmos de olho no Rio Grande do Sul, que continua como primeiro produtor nacional, representando 60% da produção brasileira de peles. – Que vergonha, Rio Grande do Sul!

Gostou dessa notícia? Então segue o blog nas redes sociais (Facebook | Instagram | Twitter | Youtube), assim você fica por dentro de mais novidades como essa!

Um SUPER beijo e até a próxima!


Literatura utilizada:

  1. Projeto de Lei nº 217 de 24 de março 2015 da Assembléia Legislativa do Estado do Paraná – download aqui.

Direitos autorais da foto: A imagem foi retirada da matéria do World Animal Protection – clique aqui.

 

Mayra Catharino
Médica Veterinária pela Universidade Federal de Viçosa (UFV), apaixonada por fotos e bichos. Enxergou na internet a oportunidade de ajudar pessoas e pets, se encantando pela blogosfera, criando assim o Divã Veterinário. Para saber mais, clique aqui

Gostou? Então comenta!