Divã Veterinário
Doenças

Entendendo a MANCHA DA LÁGRIMA

Mayra Catharino1029 views

A mancha da lágrima é uma alteração extremamente comum nos animais de estimação. Então fiz um vídeo para esclarecer de vez o assunto e instruir os tutores sobre como agir.

Como dito no vídeo, segue a lista das causas mais comuns de produção excessiva ou de drenagem ineficiente, causas essas que acabam gerando a mancha da lágrima. São elas:

  • Ponto lacrimal pequeno, deslocado ou inexistenteOrifício onde começa a drenagem da lágrima
  • Ausência de porção do ducto nasolacrimalDucto responsável por drenar a lágrima e conduzi-la até a parte interna do nariz
  • Atresia (estreitamento) ou obstrução mecânica do ducto nasolacrimal
  • DistiquíaseMau posicionamento de um ou vários cílios
  • TriquíaseDesvio do crescimento dos cílios para dentro
  • EntrópioA pálpebra dobra sobre si mesma em direção ao globo ocular
  • EctrópioA pálpebra dobra sobre si mesma em direção oposta ao globo ocular
  • Eversão da cartilagem da terceira pálpebraQuando a terceira pálpebra, localizada no canto interno dos olhos dos cães, se dobra
  • Hipertrofia com prolapso da glândula da terceira pálpebra – Aumento e exteriorização da glândula que se situa na terceira pálpebra
  • Triquíase por pregas nasais – Uma dobra de pele do focinho acaba desviando os cílios em direção ao globo ocular
  • Alérgenos – Substância que irritam e causam alergia, como por exemplo o cigarro
  • Infecções oculares
  • Traumas
  • Neoplasias
  • Doenças na cavidade oral

As raças de pequeno porte são as mais afetadas pela cromodacriorréia devido à alta incidência das alterações acima citada, mas lembrando que cães de médio e grande porte também podem apresentar esse sinal clínico.

Para os adeptos a alimentação natural, há uma série de medidas que podem ser tomadas para combater as irritantes manchas da lágrima. A Dra. Sylvia, do Cachorro Verde, fala um pouquinho sobre isso nessa matéria aqui.

Caso você tenha alguma dúvida ou sugestão, escreva aqui embaixo nos comentários. Aproveita e segue o blog nas redes sociais, por lá rola várias fotos fofas, muitas dicas e você fica sabendo em primeira mão quando sai matéria nova: Facebook ♥ Instagram ♥ Twitter ♥ Youtube ♥ Pinterest.

Um SUPER beijo e até a próxima!


OBS: Essa matéria foi produzida em 2016, mas ganhou uma atualização (o formato em vídeo) em 2017.

Literatura utilizada:

  1. MAGGS, D. J.; MILLER, P. E.; OFRI, R. Slatter’s fundamentals of veterinary ophthalmology. 4 ed. Philadelphia, PA. Elsevier, 2008. p. 164-165.
  2. GUSSONI, F. R. A.; BARROS, P. S. de M. Epífora no cão: mensuração do ph da lágrimaBrazilian journal of veterinary research and animal science, São paulo, v. 40, p. 87-94, n. 2, mai. 2003. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=s1413-95962003000200001&lng=pt&nrm=iso>. Acesso em: 28 nov. 2016.
  3. VALDUGA, M. I. R. Manifestações oftálmicas de doenças do sistema estomatognático em cães. 86f. Dissertação apresentada ao Curso de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias – Universidade Federal do Paraná, 2012, Curitiba. Disponível em: <http://acervodigital.ufpr.br/handle/1884/29002>. Acesso em: 28 nov. 2016.
  4. HEALTHY PETS. The hidden message behind your pet’s tear stains. Disponível em: <http://healthypets.mercola.com/sites/healthypets/archive/2014/11/12/pet-tear-staining.aspx>. Acesso em: 28 nov. 2016.
  5. U.S. FOOD AND DRUG ADMINISTRATION. FDA issues warning letters for unapproved tear stain removers used in dogs and cats. Disponível em: <http://www.fda.gov/animalveterinary/newsevents/cvmupdates/ucm412162.htm?source=govdelivery&utm_medium=email&utm_source=govdelivery>. Acesso em: 28 nov. 2016.
  6. CACHORRO VERDE. Como lidar com as manchas por lágrimas “ácidas”. Disponível em: <http://www.cachorroverde.com.br/lagrimas/>. Acesso em: 28 nov. 2016.

Direitos Autorais das imagens | Copyright – clique aqui.

Produzido e editado por Lucas Rodrigues.

Mayra Catharino
Médica Veterinária pela Universidade Federal de Viçosa (UFV), apaixonada por fotos e bichos. Enxergou na internet a oportunidade de ajudar pessoas e pets, se encantando pela blogosfera, criando assim o Divã Veterinário. Para saber mais, clique aqui

Gostou? Então comenta!