Divã Veterinário
Diversos

Gatos e caixas, uma paixão cientificamente comprovada

Mayra Catharino517 views

Que gatos amam caixas, isso todo mundo sabe.  Na verdade, felinos em geral apresentam certa paixão inexplicável por esse objeto.

Inexplicável? Sim! Mas uma paixão cientificamente comprovada.

montagem

Em 2014, pesquisadores da Universidadede Utrecht, na Holanda, fizeram um experimento com gatos recém-chegados em um abrigo para animais. O protocolo sanitário do estabelecimento preconiza que animais recém-chegados necessitam ficar isolados por um período de duas semanas.

Esse período que vulgarmente chamamos de “quarentena” é essencial para verificar se o gato possuí alguma doença no período de incubação (onde o indivíduo está infectado, mas ainda não apresenta os sintomas). Dessa forma, previne-se que o agente patológico se espalhe por todo gatil, além de proteger os futuros adotantes de uma zoonose.

Entretanto esse é um período de grande estresse, pois o animal está em um ambiente desconhecido, sendo manipulado por pessoas desconhecidas. E o estresse está diretamente ligado aos níveis de cortisol, substância conhecida por sua ação imunossupresora.

scared-cat-e1418136690876

Um animal imunossuprimido manifesta doenças, porém fica extremamente susceptível as enfermidades presentes no ambiente. Por isso, o estresse não é algo bem-vindo, nem mesmo na quarentena.

O estudo verificou se a presença de uma simples caixa influenciaria o período de adaptação dos gatos recém-chegados. E os resultados foram incríveis!

kitten_box_cardboard_play_cat

O grupo que possuía uma caixa dentro de sua gaiola individual, apresentou níveis de estresse mais baixos (verificados pelo comportamento) e se adaptou mais rapidamente. Já os que não possuiam caixas, mostraram níveis mais altos de estresse e procuravam refugio atrás das caixas de areia.

O comportamento de se esconder é algo natural dos felinos quando não se sentem seguros. E a possibilidade de se esconder dentro de uma caixa, traz ao animal um certo conforto. Esse experimento nos mostra que conhecer o comportamento da espécie facilita o manejo e o bem-estar.

Caso aconteça alguma alteração no seu lar (mudança de endereço, integrante novo, mobilia trocada etc), forneça sempre um local para que seu gatinho possa se esconder, a própria caixa de transporte aberta em um canto reservado já auxilia. – Até nas consultas do Hospital Veterinário da UFV, um dos professores sempre aconselha para os tutores, enquanto esperam dentro da sala, que deixem seu animal dentro da caixa.

Cat-sleepingB

Sensacional né?!

E por hoje é só! Me conta nos comentários se seu gatinho também é fã de uma caixa.

Não se esqueça de seguir o Divã Veterinário nas redes sociais (Facebook | Instagram | Twitter | Youtube), assim você não perde novas matérias interessantes como esta.

Um SUPER beijo e até a próxima!


Literatura utilizada:

  1. VINKE, C.m.; GODIJN, L.m.; LEIJ, W.j.r. Van Der. Will a hiding box provide stress reduction for shelter cats?. Applied animal behaviour science, Holanda, v. 160, n.11, p. 86-93, nov. 2014. – compre aqui.

Direitos Autorais das imagens | Copyright – clique aqui

Mayra Catharino
Médica Veterinária pela Universidade Federal de Viçosa (UFV), apaixonada por fotos e bichos. Enxergou na internet a oportunidade de ajudar pessoas e pets, se encantando pela blogosfera, criando assim o Divã Veterinário. Para saber mais, clique aqui

Gostou? Então comenta!