Divã Veterinário
Felinas

Mania de Raça: Birman

Mayra Catharino2 comments581 views

O Mania de Raça hoje está especial, com uma história digna de filme! Pegue uma pipoquinha e venha conhecer mais sobre o Birman, também conhecido como Sagrado da Birmânia.

birman 1

Uma das inúmeras lendas sobre a raça conta a história de um gato, branco com olhos dourados, chamado Sinh. O felino era fiel amigo do sacerdote Kittah. Companheiro e protetor, o gatinho seguia os passos de seu dono.

Certo dia, dois ladrões invadiram o templo de Khmer, na Birmânia, com intuito de roubar a estátua de ouro da deusa Tsun-Kyan-Kse. Ao defender o templo, Kittah se feriu gravemente. Sinh percebendo a gravidade da situação, se juntou ao dono em seus últimos suspiros de vida. Devida a devoção à Tsun-Kyan-Kse, a deusa intercedeu pelo sacerdote, permitindo que sua alma continua-se a viver unida com seu amigo felino. Na união, a pelagem do gato ganhou um brilho dourado igual ao ouro da estátua, os olhos tornaram-se azuis iguais aos da deusa, os pelos brancos mudaram para creme e as extremidades ficaram amarronzadas, porém as patas do gato que estavam no peito de seu dono continuaram brancas, simbolizando a pureza da união deles. – Com toda certeza, uma das lendas mais lindas que passaram aqui no Divã Veterinário!

birman 2

O que temos de concreto e real sobre a origem dos Birmans é que eles foram reconhecidos na França nos anos 20. A raça chegou nos Estados Unidos no anos 60 e no Brasil nos 70. O resto é tudo muito contraditório e nebuloso.

Como já visto na lenda, trata-se de um gato de pelagem creme, semi-longa, de extremidades amarronzadas com “luvas” brancas. A espessura dos pelos podem variar de acordo com a estação. Uma escovação semanal já é o suficiente e proporcionará um momento agradável para seu gatinho, evitando também que a pelagem fique com nós (apesar de não ser um problema frequente nessa raça). Seus olhos são azuis e o porte é considerado médio.

birman 3

Esse felino pode fazer parte da sua família ou ser a sua família. Não entendeu? Então eu explico! O Birman se adapta tanto sendo o único gato da casa com um único dono, como também pode viver com uma família grande e cheia de outros gatos. Sua criação também é compatível com outros animais. Ele é dócil e carinhoso, perfeito para aqueles que amam gatos manhosos. – Vale a pena lembrar que isso tudo é somente uma tendência, o ambiente e a criação irão influenciar de maneira decisiva.

birman 4

Isso foi tudo que eu consegui juntar sobre esse gatos lindos de morrer. Os meus gateiros de plantão gostaram do post? Se você sabe algo mais sobre esse espetáculo em pelos, deixe sua contribuição nos comentários! Ajude o Divã Veterinário compartilhando esse texto e seguindo o blog nas redes sociais (Facebook | Instagram |Twitter | Youtube).

 

Um MEGA beijo e até a próxima!


Direitos Autorais das imagens | Copyright – clique aqui.

Mayra Catharino
Médica Veterinária pela Universidade Federal de Viçosa (UFV), apaixonada por fotos e bichos. Enxergou na internet a oportunidade de ajudar pessoas e pets, se encantando pela blogosfera, criando assim o Divã Veterinário. Para saber mais, clique aqui

2 Comments

  1. Olá! Adorei saber sobre essa raça. Eu ja tinha um casal de gatos e adotei um Birman sem saber. Me apaixonei por ele assim q vi, mas como os antigos donos não cuidavam, fui cuidando e ele foi se mudando pra minha casa. Passou a dormir na minha cama, atendia quando eu o chamava e onde eu estava ele ia atrás. Me apaixonei e comprei ele do meu vizinho por uma caixa de chocolate. Ele é o meu xodó. Mia pra fazer manha, pede o que quer miando e me chamando para ir onde ele quer, adora colo, é amoroso e carinhoso. É o meu preferido dos três. Olhinhos azuis, lindinho mesmo. Agora sei que ele é um Birman. Talvez não puro, mas é identico a um.

    1. Oi, Emilia!
      Que bom que o gatinho achou alguém que cuide dele!
      Gatos são assim, não é a pessoa que escolhe o gato e sim o gato que escolhe a pessoa.
      Você é muito sortuda por ter o amor de um felino.

      Abraços!

Gostou? Então comenta!