Divã Veterinário
Caninas

Mania de Raça: Samoieda

Mayra Catharino730 views

O verão se foi, mas as temperaturas altíssimas continuam e cada vez mais estamos desejando o inverno (pelo menos quando não podemos ir à praia ou piscina, certo?!). E nessa vibe de querer um pouco mais de frio, resolvi trazer uma raça propícia de locais com temperaturas negativas: o Samoieda. Essa fofura surgiu na Rússia, mais precisamente na Sibéria.

329417_sobaki_shhenok_mat_detyonysh_trava_gazon_belye_pus_1920x1200_www.GdeFon.ru_

Esse cachorro foi criado e selecionado por tribos nômades para realizar funções como pastorear renas e puxar trenós. Nessa última se destacou brilhantemente, sendo considerado insuperável após expedições na Antártida e no Ártico. Mas por sua extrema beleza, hoje conquista lugares em feiras de exposições e como cão de companhia.

montagem 1

Diz a lenda que a Rainha Alexandra era grande admiradora da raça e por isso hoje encontram-se descendentes de seus cães na maioria dos canis Ingleses e Americanos (será?).

samoyed-11

Esse cachorro requer uma área de criação de média a grande, devido ao seu porte mediano e sua moderada necessidade por atividade. Sua vocalização é também considerada mediana.

Samoyed-2

A pelagem é dupla e densa requisitando cuidados semanais. As cores aceitas para o padrão da raça são variações entre branco e creme.

samoieda

Seu nível de agressividade é considerado médio, porém é possível um convívio com outros animais ou com crianças. (É sempre bom lembrar que isso dependerá de cada cachorro e da sua respectiva criação). Apesar da busca por afeto ser moderada, o Samoieda é um animal muito companheiro e fiel, possuindo um temperamento forte e alerta. A longevidade é de 10 a 12 anos.

montagem 2

Possui propensão a displasia coxofemoral (problemas na articulação entre o fêmur e a pelve), torção gástrica (traduzindo: o estômago “vira”) e obesidade. A primeira doença é de cunho hereditário, ou seja, é passada de geração para geração e para evitar isso, é sempre bom investir em um canil de confiança. A última delas é devido a origem do animal, pois era necessário um grande aproveitamento do alimento devido ao ambiente (então, atenção dobrada na dieta e nos exercícios desse pet!).

il_fullxfull.331833603Mas uma coisa que não é necessário comentar é a sua beleza e porte, definitivamente apaixonantes! Com toda certeza desperta meu lado mais felícia, hahahahahaha! E você, o que achou da raça? Comentários e sugestões são sempre bem-vindos!

Beijos e até o próximo post!


Achei um site bem bacana para os que quiserem saber mais da raça (clique aqui)

Direitos autorais das fotos (clique aqui)

Mayra Catharino
Médica Veterinária pela Universidade Federal de Viçosa (UFV), apaixonada por fotos e bichos. Enxergou na internet a oportunidade de ajudar pessoas e pets, se encantando pela blogosfera, criando assim o Divã Veterinário. Para saber mais, clique aqui

Gostou? Então comenta!