Divã Veterinário
Produtos

Opinião da autora: PetChatz

Mayra Catharino2 comments967 views

Uma das novas invenções que vem enlouquecendo os apaixonados por animais é o PetChatz. Então, resolvi fazer um texto sobre isso, mas ATENÇÃO, o post de hoje traz apenas a minha opinião, não há estudos de referência, nem nada do tipo. Somente achei importante expor meu ponto de vista para que outras pessoas possam refletir e assim formar suas próprias opiniões sobre o produto.

petchatz 1

Basicamente o PetChatz consiste em uma videoconferência utilizando a internet. Além de reproduzir vídeos e sons, há também a opção de liberar um petisco. O vídeo abaixo ilustra direitinho a proposta do item.

A ideia em si é muito nobre, afinal está tentando reduzir o tempo que o pet passa sozinho. Mas muitos pontos são ignorados quando levamos em consideração somente esse vídeo.

O primeiro fato a se levar em conta é que os animais de companhia, tanto cães, como gatos, possuem os sentidos da audição e do olfato desenvolvidos, ao contrário de nós humanos em que a visão é o principal. Logo, o vídeo em si, não faz tanto sentido para os nossos amigos de quatro patas … Se você ainda possui alguma dúvida, tente falar com seu pet via Skype. Você irá reparar que ele não olha para a tela do computador, na verdade, em muitos casos, ele começará a procurar você desesperadamente pela casa.

meu_amigo_pet_lesoes_focinho_segunda_3

Além disso, a voz do dono está associada a sua chegada e consequentemente está agregada ao cheiro, carinhos, passeios, comidas … Enfim, todas as maravilhas que sua companhia proporciona. Ouvir a voz, sem sentir o cheiro e a presença do dono pode predispor o animal à uma depressão.

petchatz 2

Na minha opinião, isso não passa de uma humanização dos animais, onde nos projetamos em nossos pets e esquecemos de suas reais características e necessidades. Sem comentar a introdução da tecnologia nessa relação, o que pode no fim das contas afastar e não aproximar. (Também não vou falar do fato da moça no vídeo estar utilizando o aplicativo no horário de trabalho).

petchatz 3

Um dispositivo caro e totalmente dispensável. Mas afinal, o que fazer quando o animal passa muito tempo sozinho?

cao-triste-think_700

Uma solução simples, porém não muito barata é ter outro animal em casa. Assim, seu pet terá companhia durante o período de sua ausência. Muito melhor um amigo para brincar do que um aparelho na parede. (Afinal, o aparelho também é caro!)

cistos

E você? O que achou do produto? Deixe seu comentário e se sua opinião for compatível com a minha, por favor, compartilhe o post para que façamos novas pessoas refletirem sobre isso.

Um abraço especial para a Michelle do blog Caneta Velha que sugeriu o assunto.

Beijos e até o próximo post!


Redes sociais do blog: Facebook ♥ Instagram ♥ Twitter ♥ Youtube.

Direitos Autorais das imagens | Copyright – clique aqui.

Mayra Catharino
Médica Veterinária pela Universidade Federal de Viçosa (UFV), apaixonada por fotos e bichos. Enxergou na internet a oportunidade de ajudar pessoas e pets, se encantando pela blogosfera, criando assim o Divã Veterinário. Para saber mais, clique aqui

2 Comments

  1. Estive pesquisando sobre a questão do cão conseguir enxergar numa tela de TV justamente para desenvolver uma idéia de montar uma “videoconferência” para amenizar a solidão do animal e também monitorá-lo quando o deixamos em casa por longo períodos de tempo.

    O que li sobre a visão do cão é que ele tem dificuldade para “entender” uma imagem na tela de uma TV, principalmente se ela não for digital. Se for digital ele já enxerga melhor devido estas terem uma taxa de frequência maior do que as de tubo, mais adequada a visão do animal.

    O que me chamou a atenção nas imagens que vi do PetChatz, foi a tela de visualização para o animal, principalmente devido ao seu tamanho. Pois se eles já têm dificuldade numa tela grande, imagina numa menor ainda.
    A outra questão é quanto a taxa de frequência que há de se verificar se é adequada aos animais.

    Talvez faça sentido pela possibilidade do cão ouvir a voz do seu dono e deste poder monitorar seu pet através da câmera. Mas deve ser analisada a questão da depressão por ouvir e não sentir o dono por perto, como descrito no artigo.

Gostou? Então comenta!