Divã Veterinário
Plantas

Plantas Tóxicas: Alamanda

Mayra Catharino951 views

Uma planta muito cultivada nos jardins é a Alamanda, também conhecida como alamanda-de-flor-grande, alamanda-amarela, carolina, dedal-de-dama ou orélia. Vistosa e bem alegre, essa trepadeira nativa do norte brasileiro é uma escolha comum no paisagismo, mas o que muita gente não sabe é que ela é tóxica para os animais de estimação (e para seres humanos também).

Chamada cientificamente de Allamanda cathartica, essa bela flor contém um glicosídeo que causa distúrbios gastrointestinais, quando ingerida, e dermatológicos, quando o látex da planta entra em contato com a pele.

alamanda 1

Todas as partes da planta causam intoxicação e os sintomas mais comuns são:

  • Náuseas
  • Vômitos
  • Cólicas
  • Diarreia
  • Febre
  • Desidratação
  • Irritação da pele

Em caso de suspeita de intoxicação, leve seu animal IMEDIATAMENTE ao médico veterinário!
Somente esse profissional possui o conhecimento para salvar seu pet.
Medicações,  receitas caseiras e intervenções realizadas por leigos colocam a saúde e a vida do seu mascote em risco.

alamanda 4

Mas se você tem uma planta dessa em casa, não se desespere!
Para os cachorreiros e gateiros que amam a alamanda, há alguns cuidados que recomendo:

  • Filhotes são sempre curiosos e acabam mordendo tudo, principalmente na época do aparecimento ou da troca dos dentes. Se sua família aumentou e acabou de ganhar um integrante felino ou canino, atenção redobrada.
  • Observe seu novo animal de estimação durante meses, só assim você pode definir seu perfil e verificar se a planta representa um perigo em potencial.
  • Caso seu pet seja do tipo destruidor, impeça o acesso dele, assim você mantém a planta e o animal à salvo. Para cães, locais altos são o suficientes, mas para gatos deve-se pensar com cautela como restringir o acesso. Caso a alamanda esteja no quintal, um cercado seria uma atitude conveniente.
  • O enriquecimento ambiental é fundamental para manter cachorros e gatos felizes e entretidos. A tendência de destruir coisas é característica comum de animais que não gastam energia suficiente e vivem em ambientes pouco estimuladores.

Na hora de tomar providências para proteger seu animal de estimação, lembre-se que as plantas são seres vivos e também merecem respeito e carinho. Com um pouco de dedicação, cautela e amor conseguimos uma convivência harmoniosa entre todos os seres.

alamanda 5
Foto de Raphael Labourel.

Você tem uma alamanda em casa? Você sabia que essa planta é tóxica? Me conta nos comentários!
E não esqueça de compartilhar essa matéria para ajudar a divulgar essa informação e assim proteger outros animais de estimação.

Um SUPER beijo e até a próxima!


Literatura utilizada:

  1. SANTOS, C.R.O. et al. Plantas ornamentais tóxicas para cães e gatos presentes no nordeste do Brasil. Portal de periódicos da Universidade Federal Rural de Pernambuco. Recife, v.7, n.1, p.11-16, 2012. Disponível em <http://www.ead.codai.ufrpe.br/index.php/medicinaveterinaria/article/view/600>. Acesso em 14 de dez. 2016.
  2. BARG, D. G. Plantas Tóxicas. 2004. 24f. Trabalho apresentado para créditos em Metodologia Científica no Curso de Fitoterapia no Instituto Brasileiro de Estudos Homeopáticos. Faculdade de Ciência da Saúde de São Paulo, São Paulo. 2004. Disponível em <http://files.fitobotanica.webnode.com.br/200000021-15be616b85/Plantas_toxicas.pdf>. Acesso em: 14 de dez. 2016.
  3. NORTH CAROLINA STATE UNIVERSITY. Allamanda cathartica. Disponível em: <https://plants.ces.ncsu.edu/plants/all/allamanda-cathartica/>. Acesso em: 14 de dez. 2016.
  4. JARDIM DE CALATÉIA. Allamanda cathartica, alamanda-amarela. Disponível em: <http://jardimdecalateia.com.br/acervo-botanico/allamanda-cathartica-alamanda-amarela/>. Acesso em: 14 dez. 2016.

Redes sociais do blog: Facebook ♥ Instagram ♥ Twitter ♥ Youtube ♥ Pinterest.

Direitos Autorais das imagens | Copyright – clique aqui.

Mayra Catharino
Médica Veterinária pela Universidade Federal de Viçosa (UFV), apaixonada por fotos e bichos. Enxergou na internet a oportunidade de ajudar pessoas e pets, se encantando pela blogosfera, criando assim o Divã Veterinário. Para saber mais, clique aqui

Gostou? Então comenta!