Divã Veterinário
Plantas

Plantas Tóxicas: Copo-de-leite

Mayra Catharino702 views

O Copo-de-leite é uma flor muito presente no interior de casas e jardins. Sua escolha não é somente por sua beleza, mas também por sua estrutura que imprime certa resistência à planta.
Apesar de ser ideal para festas, casamentos, decorações e paisagismos, essa flor talvez não seja a melhor escolha para quem possui um pet curioso, serelepe ou destruidor. Isso porque essa planta é tóxica para animais de estimação.
Isso mesmo que você leu: TÓXICA!

copo-de-leite 2

Também conhecido como Cala-branca, Jarra, Jarro e Lírio-do-nilo, esse vegetal causa forte intoxicação quando ingerido.

Os principais sintomas são:

  • Eritema (vermelhidão) e edema (inchaço) de lábios, língua, palato (“céu da boca”) e faringe
  • Sialorreia (produção excessiva de saliva)
  • Disfagia (dificuldade de deglutir)
  • Asfixia (dificuldade de respirar)
  • Cólica abdominal
  • Vômito
  • Diarreia

Também causa intensa irritação quando em contato com os olhos, provocando edema, fotofobia e lacrimejamento.
As substâncias responsáveis por essas reações são o oxalato de cálcio e as saponinas, ambas presentes em todas as partes da planta.

copo-de-leite 4

Em caso de suspeita de intoxicação, leve seu animal IMEDIATAMENTE ao médico veterinário!
Somente esse profissional possui o conhecimento para salvar seu pet.
Medicações, receitas caseiras e intervenções realizadas por leigos colocam a saúde e a vida do seu mascote em risco.

copo-de-leite 1

Mas se você é apaixonado pela beleza do Copo-de-leite e possui alguma flor dessa em casa, não se desespere!
Existem algumas dicas para os cachorreiros e gateiros que adoram plantas:

  • A curiosidade é algo natural em filhotes e a tendência de morder também, principalmente na época do aparecimento ou de troca dos dentes. Se sua família ganhou um novo integrante é bom ter atenção redobrada.
  • Observe o novo animal durante alguns meses, só assim você saberá se a planta realmente representa um risco para o pet.
  • Caso seu amigo seja do tipo destruidor, impeça o acesso dele. Assim você mantém a planta e o animal à salvo. Para cães, locais altos são o suficientes; porém, quando se trata de bichanos, deve-se pensar com cautela como restringir o acesso.
  • A tendência de destruir coisas é um comportamento presente em animais que não gastam energia suficiente e vivem em ambientes pouco estimuladores. Investir em enriquecimento ambiental é uma atitude fundamental para manter cachorros e gatos felizes e entretidos.

É importante lembrar que a plantinha também é um ser vivo e merece ser tratada com carinho e respeito. Pense bem na hora de tomar providências para proteger seu animal de estimação. Com um pouco de dedicação, cautela e amor conseguimos uma convivência harmoniosa entre todos os seres.

copo-de-leite 3

E por hoje é só!
Me conta nos comentários se você sabia sobre a toxicidade do Copo-de-leite. E não esqueça de compartilhar com os amigos e ajudar a proteger outros mascotes.

Um SUPER beijo e até a próxima!


Literatura utilizada:

  1. SANTOS, C.R.O. et al. Plantas ornamentais tóxicas para cães e gatos presentes no nordeste do Brasil. Portal de periódicos da Universidade Federal Rural de Pernambuco. Recife, v.7, n.1, p.11-16, 2012. Disponível em <http://www.ead.codai.ufrpe.br/index.php/medicinaveterinaria/article/view/600>. Acesso em: 02 de jan. 2017.
  2. BARG, D. G. Plantas Tóxicas. 2004. 24f. Trabalho apresentado para créditos em Metodologia Científica no Curso de Fitoterapia no Instituto Brasileiro de Estudos Homeopáticos. Faculdade de Ciência da Saúde de São Paulo, São Paulo. 2004. Disponível em <http://files.fitobotanica.webnode.com.br/200000021-15be616b85/Plantas_toxicas.pdf>. Acesso em: 02 de jan. 2017.
  3. NORTH CAROLINA STATE UNIVERSITY. Zantedeschia aethiopica. Disponível em: <https://plants.ces.ncsu.edu/plants/all/zantedeschia-aethiopica/>. Acesso em: 02 de jan. 2017.

Redes sociais do blog: Facebook ♥ Instagram ♥ Twitter ♥ Youtube ♥ Pinterest.

Direitos Autorais das imagens | Copyright – clique aqui.

Mayra Catharino
Médica Veterinária pela Universidade Federal de Viçosa (UFV), apaixonada por fotos e bichos. Enxergou na internet a oportunidade de ajudar pessoas e pets, se encantando pela blogosfera, criando assim o Divã Veterinário. Para saber mais, clique aqui

Gostou? Então comenta!