Divã Veterinário
Outros

Tag: Meu cachorro também é gente!

Mayra Catharino4 comments653 views

Resolvi responder novamente a tag “Meu cachorro também é gente!”. Apesar de não gostar do título da tag, ela traz uma série de perguntas bacanas sobre rotina, produtos e outras curiosidades acerca do pet.
Decidi gravar novamente, pois quando respondi não tinha o Hugo, ou seja, um animal sob minha responsabilidade e isso mudou algumas visões e respostas.

Se por um acaso, você quiser responder essa tag, aqui estão as 12 perguntinhas:

1 Quantos cachorros você tem? E quais os nomes?
2. Qual o sexo e a raça?
3. Quando nasceu? E qual a idade dele?
4. Conte a história dele.
5. Como é a rotina dele?
6. Você deixa de sair por causa dele?
7. Ele tem manias? Quais?
8. Mostre os brinquedos dele.
9. Mostre os produtos de higiene.
10. Mostre a comida dele.
11. Mostre o kit de beleza dele.
12. Você pretende ter mais cachorros?

E por hoje é isso!

Um SUPER beijo e até a próxima!


Redes sociais do blog: Facebook ♥ Instagram ♥ Twitter ♥ Youtube.

Mayra Catharino
Médica Veterinária pela Universidade Federal de Viçosa (UFV), apaixonada por fotos e bichos. Enxergou na internet a oportunidade de ajudar pessoas e pets, se encantando pela blogosfera, criando assim o Divã Veterinário. Para saber mais, clique aqui

4 Comments

  1. Adorei o seu blog, achei tudo muito fofo e lindo, meu deus! ❤

    Eu amo os animais e fico muito feliz que existam cantinhos dedicados a ele, assim como o seu. Me fala como você consegue ficar com o bichinho sem se apegar? Eu acho que não conseguiria.
    Beijos

    1. Seu comentário me encheu de alegria ❤ Existem alguns cantinhos assim como o meu. Tem até uma empresa especializada turismo animal, sabia?! A Turismo 4 Patas 😆

      Eu deixava sempre na minha mente que o animal merecia uma família grande e presente. Que morar com uma universitária acabaria deixando ele muito sozinho. Por isso eu sempre conseguia, porque era a melhor opção para eles ❤🐱🐶

  2. Amei a tag.
    Seu cachorro é muito lindo!
    Que bom que tu acolheu ele e conseguiu descobrir a doença que ele tinha. Toda vez que a gente pegava um cachorro pra lar temporário lá na casa da minha mãe, a gente acabava ficando com eles.

    Beijos

    1. Foi um trabalhão de meses para tratar esse cachorro e valeu cada noite mal dormida, hahahaha!

      Que bom que você gostou da tag.
      Comprei um tripé, vou tentar que ele apareça mais nas filmagens.

      E o Hugo foi meu décimo lar temporário. Imagina se eu ficasse, ia ter um canil, hahahaha!
      Obrigada pelo comentário e pelo carinho.

      Beijos

Gostou? Então comenta!